O que os parentes podem fazer para ajudar a pessoa com problema de memória?

Segundo a Dra. Gislaine Gil primeiro deve procurar ajuda médica para diagnosticar corretamente a doença que está provocando a queixa de memória, pois muitas dessas doenças são reversíveis.

Se realmente for constatado um problema de memória seria elegante e ajudaria a pessoa a não ficar deprimida se repetirmos a informação ao invés de falar: “Eu já falei, você não lembra!”

Colocar pertences sempre no mesmo local.

Ter um centro de mensagens de compromissos ou coisas a fazer, por exemplo, colocação de post-its na geladeira.

Usar agenda e abri-la diariamente anotando informações relevantes e verificando compromissos.

Apesar de não haver uma maneira de restaurar totalmente a capacidade de memória perdida, é possível melhorar o uso da memória existente no dia a dia por meio de estratégias cognitivas, comportamentais e ambientais que levarão a pessoa com problema na memória a adquirir, armazenar ou evocar informações de maneira mais eficaz, procurando assim, o tratamento em Reabilitação Cognitiva e realizando atividade física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *